“A vida só tem valor quando está no altar”

Quando as portas do Templo de Salomão foram abertas, perto das 8 horas da manhã, no primeiro dia de julho, uma pequena multidão já aguardava do lado de fora para entrar e assistir à reunião com o Bispo Edir Macedo. O culto marcou seu retorno de viagem missionária. E, às 9h30, o Templo já estava completamente lotado.

Novo semestre, novas metas

No início da reunião, o Bispo Renato Cardoso, responsável pelo trabalho da Universal no Brasil, registrou que estamos na segunda parte de 2018 e que o momento é oportuno para a definição de novas metas, a serem alcançadas até o final do ano, e que, para isso, é preciso ativar a fé.

Deus é Deus de alvo, de metas, de objetivos, de visão. E, segundo ele, aquele que sabe o que quer deve agir da mesma forma como a pessoa que tem um objetivo esportivo e se abstém de muitas coisas em prol de uma luta. “Abrir mão de certas coisas em prol de coisas maiores é o processo para obter os nossos alvos. Talvez sua meta seja ter O Espírito Santo de Deus, talvez seu alvo seja financeiro, espiritual, na família, na saúde, mas, seja ela qual for, a fé te dá o direito de definir o que quer. Deus nos dá a fé para definirmos alvos”, comentou.

O Bispo destacou a história dos heróis da fé e dos apóstolos, descritos na Bíblia. Por meio deles podemos entender, com riqueza de detalhes, a importância de levarmos uma vida com propósito, que é a chave para alcançarmos quaisquer objetivos. Em I Coríntios 9.24-25, trecho lido durante a reunião, a Escritura Sagrada traz uma reflexão relativa ao assunto: “Não sabeis vós que os que correm no estádio, todos, na verdade, correm, mas um só leva o prêmio? Correi de tal maneira que o alcanceis. E todo aquele que luta de tudo se abstém; eles o fazem para alcançar uma coroa corruptível; nós, porém, uma incorruptível”.

A humildade

Logo após o Bispo Renato Cardoso indicar que todos avaliassem suas metas e objetivos para o novo semestre, o Bispo Edir Macedo passou a conduzir a reunião.

Inicialmente, ele realizou uma oração por aqueles que desejavam alcançar o perdão e a misericórdia de Deus, ter um encontro verdadeiro com Ele e, consequentemente, ter paz e alegria.

Durante a busca pelo Espírito Santo ele pediu que todos fizessem silêncio e ouvissem a Voz de Deus. Na ocasião, muitos foram renovados.

Após a oração, no momento da leitura e meditação na Palavra, o Bispo comentou a importância de se achegar a Deus com humildade. Dessa forma é possível obter direção para conduzir a própria vida. “As coisas de Deus não são para todos, mas para aqueles que O buscam de todo o coração. Os arrogantes, os orgulhosos, os que se acham, os que confiam em si mesmos, não têm esse privilégio, mas sim aqueles que entregam suas vidas de forma humilde”, explicou.

A força

O Bispo trouxe aos presentes a consciência da força que vem do Altar, citando o exemplo de alguém que precisa se submeter a uma cirurgia. Em troca de se ver livre daquele mal que está em seu corpo, a pessoa precisa confiar no médico. E, com relação a vida com Deus, não é diferente.

“Quando a gente entrega a vida para Jesus, a gente deixa de confiar em nossa competência, em nossa reputação, em nosso dinheiro, em nossos entes queridos, em tudo. A gente simplesmente se entrega. O Espírito Santo, o Poder do Alto, vem e faz de nós novas criaturas. Faz uma cirurgia completa: tira a mente velha, o coração corrupto, enganador, e coloca um novo coração, uma nova mente, uma nova visão. Nossos valores mudam 100%.”

Ao final, ele explicou que a vida só tem valor quando está no Altar. “É o Altar que santifica você, que faz você ser uma pessoa temperada, justa, verdadeira. Faz de você uma pessoa excelente, não melhor”, concluiu.

Fonte: Universal

2018-07-16T09:19:24+00:00