Brasileiros já implantam chips

Embora ainda não seja tão comum de ser encontrado no País, há brasileiros que já estão implantando o chip NFC (Near Field Communication, do inglês).

 Eles o estão adquirindo pela internet de empresas estrangeiras que oferecem o dispositivo. Ele é do tamanho de um grão de arroz e geralmente é inserido por meio de uma agulha na mão de uma pessoa (entre os dedos indicador e polegar, conforme foto acima).
Aqui no Brasil, quem faz essa função são profissionais especializados na colocação de piercing.

Essa tecnologia é a mesma encontrada em outros países que já apresentam uma maior aceitação da população pela novidade.

A peculiaridade dessa tecnologia está no fato de que por meio dela pode ocorrer a comunicação sem fio entre dispositivos eletrônicos – assim como na internet Wi-Fi ou pelo Bluetooth. Ou seja, basta aproximar dois dispositivos que possuem a tecnologia NFC que eles podem trocar informações entre si.

Essa função traz algumas possibilidades de usos. Entre eles, a realização de pagamentos por bens e serviços. O vídeo abaixo, por exemplo, mostra como um chip desses, implantado na mão, pode ser utilizado para compras em estabelecimentos:

Alguns bancos no Brasil e no mundo já estão buscando aproximar os clientes dessa tecnologia – com o uso de pulseiras e celulares -, pois cada vez mais as pessoas estão se acostumando a recorrer ao dinheiro eletrônico para efetuar pagamentos. Recentemente, o Universal.org noticiou sobre um estudo do Fórum Econômico Mundial mostrando que os pagamentos por meio de dinheiro físico na Suécia, país europeu, caíram de 39% para 20% no comércio.

O que isso pode ter a ver com o Fim dos Tempos?

A Bíblia mostra que no Fim dos Tempos haverá um homem que será a própria encarnação do mal, conhecido como anticristo.

Conforme o Bispo Edir Macedo explica no livro “Estudo do Apocalipse”, esse homem terá como objetivo estabelecer-se como um líder mundial e a sua dominação sobre as pessoas ocorrerá pela economia. Ele implantará um sistema de compra e venda entre as pessoas por meio de uma marca na mão direita ou na testa (Apocalipse 13:16-18), conhecida pelo número “666”. E ninguém poderá participar da economia sem essa marca.

Até anos atrás, era difícil de imaginar como esse sistema poderia ser estabelecido no mundo todo pelo anticristo. Porém, com o surgimento da internet e de tantas tecnologias (tais como a NFC) essa ideia se torna viável.

Portanto, o mundo já está preparado para receber essa nova ordem mundial que caminhará para o fim do mundo que conhecemos.

Assim como o Senhor Jesus deseja separar aqueles que O servem com o “selo do Espírito Santo”, o anticristo deseja separar os seus com a “marca da besta”.

Em uma palestra recente, o Bispo Edir Macedo explicou: “Todo o Apocalipse, até aqui, ressalta a principal mensagem de Satanás: o engano. O número ‘666’ simboliza o ápice de suas mentiras: a trindade satânica. Ou seja, o dragão, a besta do mar e a besta da terra. O número ‘666’ procura imitar a Santíssima Trindade.”

Reunião “Estudo do Apocalipse”

Todos os domingos, às 18h, você pode aprender mais sobre o Fim dos Tempos por meio da reunião “Estudo do Apocalipse”, que acontece no Templo Maior em Lisboa Ou você pode assistir pelo Univer Vídeo.

Fonte: Universal

2018-06-08T15:00:38+00:00