Mensagem

Para onde você vai?

DE cada um foi para sua casa.

João 7.53

Jesus, porém, foi para o Monte das Oliveiras.

João 8.1

Dois versículos, um seguido do outro como uma sequência proposital.

Um grupo de pessoas se dirigia para suas casas, o que deveria ser óbvio, por provavelmente já haver findado o dia. Porém, Alguém fez o que ninguém faria, Alguém foi na contramão, Alguém foi para onde ninguém iria, ainda mais quando a noite se aproximava.

Ir na contramão deve ser algo primordial no caráter daqueles que são nascidos de Deus, uma vez que já não pertencemos a esse mundo e tampouco fazemos questão de agradar ou receber aplausos de ninguém.

Vivemos em um mundo de valores distorcidos, anêmicos e sem sentido algum, porém, ainda assim, vemos milhares de pessoas levantando bandeiras de movimentos, vestindo camisas de ideais, gritando por serem ouvidas e respeitadas, e, ao mesmo tempo, enfiando seus pontos de vista goela abaixo dos que esboçam qualquer tipo de resistência, por menor e mais sensata que seja. Vemos toda a humanidade correndo para o mesmo lugar, se esmerando para caber, para entrar e fazer parte do que a grande massa acredita ser o “correto”.

Hoje em dia, quem tem coragem de ir na contramão? Quem são os que fazem diferente? Quem são os que, tranquilamente, dizem um sonoro “não” a tudo o que destoa de Deus? Quem são aqueles que vão para o monte, enquanto todos vão para suas casas? Quem? Os filhos do Altíssimo!

Sim, para ter coragem de ir aonde ninguém está indo, para dizer o que ninguém quer dizer, para viver sob o poder Divino e desprezar os empoderamentos humanos, para ser do Alto, enquanto uns são de direita e outros de esquerda… somente tendo dentro de si a natureza Celestial, e os pensamentos de Deus ecoando dentro da sua mente.

Para essas pessoas, as pedradas recebidas daqueles que vivem seguindo a correnteza deste mundo são um verdadeiro carimbo de aprovação de conduta, uma vez que sabemos o que significa ir para o monte, enquanto toda a multidão se recolhe em suas casas. Fazemos aquilo que ninguém acha coerente fazer, vivemos da maneira que muitos não veem prazer, saímos da nossa zona de conforto, caminhamos para um lugar que não tem CEP nem número algum, vamos subindo o monte rumo à Salvação.

Um recado importante: Quando atirarem pedras em um filho do Altíssimo, prestem muita atenção, pois estamos no monte (no Alto), sendo assim, a lei da gravidade trará suas pedras de volta para o ponto de partida.

Colaborou: Bianca Carturani

Bispo Macedo

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *