Noticia

Como idosos da Rússia recebem ajuda do Calebe

Você sabia que há um século, os Russos tinham uma média de expectativa de vida de apenas 30 anos? Um estudo publicado no jornal britânico, The Lancet, revelou que, muitas vezes, a morte prematura era associada ao alcoolismo.

À medida que os anos foram passando, porém, os números foram aumentando e pela primeira vez, no ano passado, a expectativa de vida Russa atingiu 72 anos.

Por isso, o Grupo Calebe tem intensificado seus trabalhos no País e em apenas três anos, já alcançou mais de dois mil idosos. Entre os problemas enfrentados por eles estão: abandono, doenças e desprezo.O Pastor Eduardo Silva, coordenador do Grupo Calebe no País, afirma que as atividades do grupo são a oportunidade para os idosos encontrarem a Deus, mas também se reencontrarem consigo mesmos.

“O grupo Calebe estende as mãos para as pessoas que, muitas vezes, não podem contar com ninguém. Pessoas que não estão conseguindo lidar com as mudanças que acontecem decorrentes do avanço da idade. Nós oferecemos apoio espiritual e material. Alguns moram sozinhos e encontram no grupo forças para superar as dificuldades.”

Protetores da Pátria

Recentemente, na Rússia, foi comemorado o Dia dos Protetores da Pátria. Uma data destinada à homenagem aos veteranos de guerra que lutaram contra o nazismo na Segunda Guerra Mundial.

Na ocasião, o Grupo Calebe e voluntárias da Escola Bíblica Infantojuvenil (EBI) visitaram a Casa de Veteranos, na cidade de Vladimir, onde ex-combatentes e ex-militares recebem apoio do governo. Os voluntários prestaram homenagens e promoveram momentos de descontração, além do café da tarde feito, especialmente, para os idosos da casa.

Para o Pastor Eduardo, os encontros feitos pelo grupo são, também, oportunidades inerentes de levar a fé a eles. “Nosso apoio vai além do material, pois por meio da Palavra de Deus conseguimos transmitir força e fé para que eles possam superar tudo e viver com alegria e disposição”, finaliza o Pastor.

Para saber mais sobre o Grupo Calebe, visite a página oficial do grupo, nas redes sociais.

Fonte: Universal.org

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *