Segunda Palestra Mães e Filhos em Lisboa

palestraMilhares de pessoas reúnem-se no Templo Maior para juntos participarem da 2ª Palestra Mães e Filhos

Discórdias, falta de diálogo, desconfiança têm predominado em muitos lares. Como gerir este tipo de conflitos, quando o sentimento fala mais forte, este foi um dos diversos temas abordados no decorrer da palestra.

Nos dias de hoje temos verificado que muitas mães não têm conseguido lidar com seus filhos, mães que sempre sacrificaram para dar todo sustento de modo a que nada faltasse ao seu filho, hoje deparam-se com situações, que ela não consegue resolver, porém “quando a mãe usa a força do seu braço, ela mostra que confia nela, e não em Deus.” disse Cristina Silva

“Bendito o fruto do teu ventre, e o fruto da tua terra, e o fruto dos teus animais; e as crias das tuas vacas e das tuas ovelhas.”

Deuteronômio 28:4

Existe uma promessa para todas as mães, que geraram seus filhos, como também para as mães que têm filhos de coração que foram retirados do mundo, porém existe uma condição para que a mesma se cumpra, isto é, só através da obediência, pois quando ouve a Sua voz, o fruto do seu ventre será bendito.

Como conhecer uma pessoa?

vbfConhecer exige entrega, sacrifício, e quando trata-se de um familiar, como deve agir? Muitas mães não entendem os seus filhos por não os conhecer, e assim gera-se conflitos.

Num relacionamento entre pais e filhos é necessário descobrir, pois a mãe tem que ir a caça, para assim descobrir a necessidade do seu filho, isto criando um interesse pelo que ele faz. “Por vezes o orgulho lhe impede de conhecer e resolver o problema.” afirmou Viviane Freitas.

Por outro lado, entender é fundamental, mas como podemos entender alguém? Quando olha para o que a outra pessoa passou e passa. É importante que o filho entenda o passado da mãe, uma infância marcada por traumas e abuso, “…pois quando procura entender uma pessoa, você está a olhar a alma,” frisou Viviane Freitas.

Após descobrir, entender, já estará disposto a dar, e assim atender a todas as necessidades. A fé traz-lhe segurança porque ela aprendeu a dar.

O mesmo acontece no relacionamento com Deus, pois o mesmo processo que é feito num relacionamento entre mães e filhos, deve ser feito com Deus. “Se eu conheço a Deus, eu terei problemas, só que com o Espirito Santo, cultivando o meu relacionamento com Ele, saberei como lidar.”concluiu Viviane Freitas.

Mais tarde foi realizada uma oração em prol de todas as mães, na certeza que todas saíram com a direção certa para lidar com todos os seus conflitos internos e familiares.

Galeria:

Cobertura Online realizada durante a Palestra:

Responder a Elisabete - Cruz de Pau Cancelar resposta

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

1 comentário

Elisabete - Cruz de Pau Responder 28 Setembro, 2015 às 13:33

Na verdade esta Palestra foi muito abençoada, agora é colocar em prática os conselhos dados e Deus vai nos honrar em nome de Jesus.
3 passos simples:
Descobrir
Entender
Atender

Muito obrigada por mais esta Palestra e que venham muitas mais

Deus abençoe.