Noticia

Universal faz história na França

Recordo-me que, em 1998, a Universal vivia aqui na França uma forte perseguição; na ocasião, a Igreja havia começado o trabalho evangelístico há pouco tempo e, em definitivo, na língua do país, o francês. Ela começou a crescer, mas as lutas e perseguições vieram e, com isso, houve uma ‘chacoalhada’, como um vento forte. Fizeram de tudo para manchar a imagem da Igreja, existia apenas um só templo. No entanto, a determinaçao e a audácia de todos os que até hoje lutam para ganhar almas permitiram que desse único templo, a Igreja se expandisse para 32 novos templos, tendo como objetivo inaugurar outros 40 neste ano de 2018”.

O relato acima é do Bispo Serafim Esteves, que há dois anos está como responsável pelo trabalho da Universal na França, ela que, desde 1992, se instalou no país.

A França é um país localizado no continente europeu e possui uma população de aproximadamente 62,6 milhões de habitantes, o lugar está entre os países mais ricos e desenvolvidos do mundo. A capital, Paris (conhecida como a Cidade Luz), exerce um importante papel na Europa, inclusive, é uma das cidades mais populosas do continente e, além disso, é considerada uma cidade turística, pois, anualmente, recebe cerca de 70 milhões de visitantes.

Apesar de ser uma potência mundial, muitos padecem por ainda não conhecerem o Poder da Palavra de Deus e, por isso, a Universal vem desenvolvendo um papel fundamental no país.

“O povo francês, mais precisamente nas suas capitais departamentais e na capital nacional, Paris, sofreu e sofre com grande número de ateísmo, no entanto, vemos claramente que nestes últimos tempos, o Espírito Santo tem Se revelado a este povo; recebemos muitas pessoas de todas as nações e colônias que um dia estiveram sob o domínio dos gauleses (relativo ou pertencente à Gália, antigo país celta, localizado em território da França atual, que foi dominado pelos romanos), mas que hoje – sendo independentes -, procuram no país o que lhes foi prometido em épocas passadas”, comentou o Bispo.

Trabalho intenso

Atualmente, cerca de 43 pastores e 14 auxiliares de pastores realizam o trabalho evangelístico no país, as reuniões são realizadas em francês e em português.

“A chegada de um pastor num país sempre exige o sacrifício da adaptação. E pelo fato de já exercermos esse trabalho há mais de 20 anos nos países europeus, podemos dizer que já estávamos inteirados das situações físicas. Mas, a nossa luta é espiritual, por isso, consideramos que, quando chegamos, tudo é novo, afinal Deus quer fazer tudo novo,” disse.

 

O trabalho evangelístico da Igreja na França é conhecido como “Centro de Ajuda Universal’ e, recentemente, foi aberta mais uma porta na cidade de Rouen, para receber aqueles que precisam de ajuda espiritual (foto acima).

E da mesma forma que ocorre em todas as partes do mundo com os grupos existentes na Universal, por lá não é diferente, a exemplo das ações do Godllywood, IntelliMen, Caleb, o Tratamento contra os vícios e, claro, o trabalho com os jovens, o FJU. “A aderência aos grupos tem sido grande, pois à medida que as pessoas se entregam, elas percebem a importância de se consagrarem e passam a ter sede de ajudar o seu próximo”, conclui o Bispo.

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *